Eu amo filmes, curto quase todos os gêneros, a história só precisa ser boa.

Ontem revi um filme que mexe bastante comigo: As Aventuras de Pi.

Não quero dar spoiler , mas creio que a maioria aqui já assistiu , pois é um filme de 2012 .Ressalto que eu não sou nenhuma expert em cinema , porém quero falar do meu jeito as minhas impressões sobre o filme .

Fazendo uma breve síntese sobre o filme, a narração é introduzida através de um  jovem escritor que  está frustrado pois após ter um relativo sucesso com seu primeiro livro  não consegue inspiração para  terminar o segundo. Um dia esse escritor conhece um senhor conhecido como Mamadi. Esse novo conhecido o  aconselha a procurar alguém que tem uma história que o fará acreditar em Deus , esse alguém é o protagonista do nosso filme: Pi.

O filme trará o Pi na infância , juventude e vida adulta. Na infância  vejo Pi (Piscine) como um jovem curioso que busca suprir seus vazios conhecendo Deus através de muitas religiões, uma das minhas frases favoritas do filme é quando ele diz : “ A fé é uma casa de várias portas”.A inteligência e geniosidade de Pi são traços marcantes .

A primeira intempérie de Pi vem com seu próprio nome , ele foi registrado com um nome de uma piscina e lógico não escapou do bullying por causa disso , porém é esse o primeiro momento que ele é obrigado a ter criatividade para se consagrar na escola , se tornando como ele mesmo diz em certo momento em uma “lenda “ entre os jovens estudantes, revertendo o bullying que sofria em admiração por partes dos colegas , é aquele velho conceito : se a vida te dá limões faça uma limonada .

Me chama a atenção também seu respeito e carinho com os animais (Pi é vegetariano) ,a sua doçura no seu primeiro amor. O filme também conta com leves cenas de humor, o que tornou o tempo que dediquei em frente a TV bem agradável apesar de escorrer algumas lágrimas.

No desenrolar da narrativa, Pi se encontrará diante de um desafio surreal onde será testada a sua fé em Deus , sua resistência como ser humano e seu respeito pelos animais .

Durante toda a situação desafiadora e surreal Pi terá uma companhia : um tigre. Essa sua companhia será na maior parte do tempo um inimigo para ele. Pi e o tigre lutarão diversas vezes por espaço, porém em nenhum momento o protagonista pensa em matar a fera pois é como se aquele animal de certa forma o desse força para atravessar todas aquelas dificuldades, e para mim por mais que o animal fizesse menção em atacá – lo ele não faria isso, instintivamente ele também sabia que precisava do humano.

O final do filme me levou as lágrimas, pois eu particularmente acredito muito na lição que a conclusão surpreendente do filme traz .

As atuações são impecáveis, o Pi jovem e adulto são puro carisma, a fotografia do filme é belíssima.

Eu agora tenho mais um desejo na vida ,pois esse filme foi baseado no livro : A vida de Pi , e é claro que quero ler , espero ser ainda mais surpreendida e tocada pelos fortes ensinamentos que essa história me trouxe.

Você já assistiu a esse filme? Leu o livro? Gostou?